Wednesday, October 01, 2008

Descobri que não sou obra do acaso.
Por acaso, Jesus me fez nascer.
E o Poderoso Artista me esculpiu
Nas profundezas do ser o meu ser.

E existindo em corpo e alma,
Tive um encontro com a Palavra de Deus.
Como espada afiada me dividiu.
E um espírito me acresceu.

Mudanças em turbilhão,
Conceitos errados vieram ao chão.
Caminhos de quedas rejeitados então,
E a Palavra que é Pão alimentou meu coração.

Jesus lavou meu corpo
E me vestiu de louvor.
Jesus me abraçou e amou
Como eu sou.
Jesus colocou um cântico novo
No meu coração.
E restaurou a minha vida,
Me escreveu em Sua mão.

ps. escrevi esta poesia nos comentários da poesia "Il mio tempo" escrita no blog http://uomoincuore.splinder.com/